O que é e para que serve o Big Data

22 de março de 2022

O Big Data é um termo utilizado para representar um grande volume de dados (estruturados e não-estruturados) de várias fontes. Seria um oceano de dados, com maior variedade, em volumes crescentes e com velocidade cada vez maior.

Diferente do Business Intelligence, por exemplo, o Big Data se refere à geração, captura e processamento de um grande volume de dados. Para armazenar, extrair, gerenciar e interpretar estes conjuntos de dados são utilizadas ferramentas específicas. Assim, empresas podem transformar esses dados em informações úteis, que após serem interpretadas, podem auxiliar em decisões de negócios inteligentes.

Para que isso se transforme em informações relevantes, são necessárias além das ferramentas, o trabalho de especialistas (cientistas de dados) capazes de compreendê-los.

Tipos de dados

Basicamente, existem três tipos de dados que podem ser usados em diferentes setores da sua empresa a partir do Big Data:

- Data of things / personal data: que tem como base a internet das coisas

- Enterprise data: têm origem nas empresas e facilitam a identificação de gargalos e a mensuração da produtividade

- Social data: têm origem em pessoas, definindo quais são seus comportamentos

5 Vs do Big Data

Os principais aspectos do Big Data podem ser definidos por: Volume, Variedade, Velocidade, Veracidade e Valor.

- Volume: quantidade de dados gerados;

- Variedade: variação de fontes de dados e complexidade das análises;

- Velocidade: o processamento deve ser ágil para gerar as informações necessárias para a efetividade das tomadas de decisão;

- Veracidade: coleta de dados de qualidade e confiáveis;

- Valor: informação útil coletada.

Data Lake

O Data Lake é uma estratégia de armazenamento de dados. Seria uma espécie de repositório do Big Data, que armazena um grande e variado volume de dados brutos, estruturados e não estruturados. No Data Lake os dados ficam preservados em sua forma natural (mantidos em estado bruto), e somente são transformados quando são utilizados para análises.

Diferenças entre Big Data e Small Data

Big Data e Small Data são complementares e possuem a mesma finalidade, mas atuam de forma diferente. Diferente do Big Data, o Small Data utiliza uma pequena quantidade de dados, mais enxutos e de fácil compreensão, que são capazes de conectar pessoas a oportunidades para sua empresa.

O Small Data utiliza somente dados estruturados e prontos para a análise, coletados apenas do banco de dados da empresa, já o Big Data, coleta dados estruturados e não-esruturados a partir de informações que vêm da nuvem, ERP (Enterprise Resource Planning), CRM, entre outras fontes.

O Big Data é processado eletronicamente, já o Small Data pode ser verificado pela equipe da sua empresa.

 

Nós ajudamos as empresas na implantação do Big Data e outros recursos para a tomada de decisão inteligente. Além disso, treinamos as equipes para que possam fazer a correta utilização dos sistemas e acompanhamos em tempo real aqui na Merkadia o desempenho de cada negócio através de nossa sala de monitoramento.

 

Veja mais publicações
WhatsApp

Aguarde